Só quem tem sabe: uma Harley-Davidson não é apenas um meio de transporte, uma moto comum, é um estilo de vida. Mas para que seu momento de liberdade em cima das duas rodas não vire um pesadelo, é bom prestar atenção em algumas dicas de segurança, que vão garantir seu sucesso no asfalto. Confira o que separamos para as situações mais comuns de quem, como você, vence as distâncias numa Harley.

Faça um checklist

Não adianta. Para poder curtir qualquer viagem é fundamental se planejar e se preparar. Sua moto deve estar sempre cem por cento para diminuir o risco de acidentes e imprevistos. Uma dica para montar sua listinha é o que os norte-americanos apelidaram de T-CLOCK, incluído em vários manuais de treinamento nos Estados Unidos. Ele consiste de seis passos para verificar se sua moto está pronta para a estrada. São eles:

T – Tires and Wheels (Pneus e Rodas) – condição geral dos itens (rasgos, objetos, desgaste);

C – Cables and Controls (Cabos e Controles) – vazamentos, cortes e lubrificação correta dos cabos;

L – Lights and Eletronics (Faróis e Eletrônica) – funcionamento das lâmpadas e do mecanismo de acionamento, e bateria;

O – Oil and Fuel (Óleo e Combustível) – fluidos (freio, óleo do motor, transmissão, combustível) e respectivos reservatórios;

C – Chain and Chassis (Corrente e Chassi) – problemas na pintura do quadro podem indicar trinca no quadro. Corrente lubrificada e com tensão adequada;

K – Kickstand – condição geral do mecanismo e funcionamento.

Não custa lembrar que cada peça é um investimento na sua Harley, na sua vida e na dos outros. Portanto, foco na qualidade. Tudo certo com a moto? Podemos seguir adiante.

Invista nos equipamentos certos

Se você está planejando uma aventura, sabe mais ou menos o tempo que vai encontrar por lá e como se preparar para a jornada. Mas alguns itens vão sempre fazer parte, faça chuva ou faça sol:

Capacete – não basta beleza, procure segurança e o selo do Inmetro. A legislação brasileira obriga e o bom senso deve impedi-lo de andar sem.

Luvas – qual o primeiro instinto quando caímos? Colocar as mãos para aparar a queda. E não adianta falar em calor, pois já existem luvas apropriadas para o clima que não vão ‘fritar’ suas mãos.

Botas – cano médio ou alto (protegendo os calcanhares) e sem cadarço, para evitar o risco de se prender.

Jaqueta e calça – as jaquetas servem para proteção para cotovelos, ombros e antebraços (algumas, mais modernas, têm airbag). As calças para joelhos, pernas e região pélvica (espuma na área dos quadris). Como no caso das luvas, existem peças que visam segurança sem comprometer a ventilação

Você pode estar com o clima tropical brasileiro em mente e sofrendo ao pensar que esses equipamentos podem estragar sua aventura. Mas não devemos brincar com a segurança, então, alguns sacrifícios são necessários, em prol de um bem maior.

Litoral – trilhando à beira do oceano com segurança

Uma moto tem menos tração do que um carro. E as estradas litorâneas, dependendo do vento e de outras condições, podem cobrir a pista de areia. Evite freadas bruscas e alta velocidade para não derrapar. Quando puder, desvie das áreas mais cobertas, preferindo sempre as partes mais limpas da estrada. Quando puder faça paradas para verificar se alguma peça está com areia.

Nessas estradas a condição do asfalto também costuma ser pior, já que elas se desgastam com mais facilidade. Fique atento a buracos, rachaduras e outros. E quem pretende ficar bem próximo do vento marítimo, cuidado com o vento salgado, pois ele pode causar corrosão mais rápida de peças.

Frio intenso – rodando no inverno

O frio pode ser um perigo para a saúde e para a segurança. Invista em jaquetas com forro removível, que permita que você se aqueça quando necessário, mas permitindo uma proteção mais leve quando a temperatura sobe. Também é necessário saber como funciona a sua moto, pois existem peças — como componentes internos do motor — que se desgastam mais no frio.

E não custa lembrar que o motor demora muito mais tempo para atingir a temperatura ideal para funcionar sem engasgos. Então, lembre-se disso para não exigir mais do que a moto possa oferecer nos primeiros momentos depois de uma parada.

E então, preparado? Não se esqueça de agendar a revisão da sua moto antes, hein! É só clicar aqui.

Acompanhe a Brasília Harley-Davidson também pelas redes sociais Instagram e Facebook!

Deixe um comentário

Alta no mercado de motos


Ler mais

Electra Glide Standard: um lançamento para os fãs de Harley


Ler mais

Ir acampar de moto: confira essas dicas e aproveite!


Ler mais

Harley-Davidson dá dicas para pegar a estrada


Ler mais